Introdução

Um dos grandes obstáculos criados mentalmente, é a dor de acreditar que não será possível fazer, ou que não possui habilidades necessárias para conseguir realizar tal feito, criar apps para dispositivos moveis. Este obstáculo é criado no primeiro contato com a programação, para o iniciante é um emaranhado de códigos que ninguém faz a mínima do que é, ou o que faz! 

Primeiro, precisamos quebrar essa objeção, programar para Android é muito fácil. Assim que aprendi, ainda continuava achando que era difícil, mesmo sabendo exatamente como fazer! Percebi que isso era apenas um bloqueio menta, pois a maioria dos códigos que você irá utilizar já estão feitos, por que reinventar a roda e perder tempo?

Eu também preciso te dizer que você vai demorar um pouco mais que 90 segundos, você irá instalar a ferramenta, e só depois, irá poder produzir. Então vamos lá, mãos a obra!

Instalando o Android Studio

O programa oficial para desenvolver aplicativos para o Android é o Android Studio, recomendado, inclusive, pelo próprio Google.Desde o site oficial do Android Developers podemos baixar o Android Studio para qualquer plataforma: Windows, Mac OS e Linux. Também precisaremos instalar o JDK 7 do Java. Ao instalarmos o Android Studio, ele nos perguntará o caminho em que o JDK 7 foi instalado.

Para desenvolver um app para Android, necessitamos conhecer duas linguagens: Java e XML. O primeiro é apenas uma linguagem de design, com o qual vamos criar a parte visual do aplicativo. O Java é uma linguagem de programação com o qual criaremos o funcionamento nos “bastidores” do que vemos do app. Em resumo: enquanto no XML nós desenhamos um botão do programa, com o Java efetuamos a execução que ele fará quando o botão é apertado.

90 segundos

Estando com tudo instalado, agora é a hora de criarmos o primeiro projeto no Android Studio (nossa plataforma de desenvolvimento).

Abra o Android Studio

A primeira coisa que você irá ver a tela de boas vindas do Android studio, clique em Start a new Android Studio Project em seguida veremos a tela da imagem abaixo.

Algumas coisinhas basicas:

Application name: Nome do seu aplicativo

Company Domain: domínio de seu site/empresa, se não houver, ponha seu nome, ex: renanxavier.com.br

Project location: Pasta onde ficará o seu projeto

Package name: Este campo é a junção do nome do seu domínio + nome do app, ela é muito importante, pois é um identificar único para a Play Store, não se preocupe em aprender tudo agora. 

Após ter preenchido os campos clique em next

Nesta próxima tela, deveremos selecionar a versão mínima do Android em que seu app irá rodar.

Em  Phone and Tablet, geralmente uso a API 16, que é aversão 4.1 do Android.

Clicando em help me choose no Android studio, podemos ver a porcentagem de pessoas usando a versão 4.1, e também é a versão recomendada pela google. 

Clicando em next, podemos selecionar uma template para uma tela no nosso app. Por padrão, iremos selecionar Empty Activity e clicar em next.

Na tela seguinte, definimos o nome da Activity Name. Por padrão vem como MainActivity e em Layout Name como activity_main. Ele irá gerar dois arquivos no nosso app, clique em Finish. Pode demorar um pouco, isso depende de seu computar.

Aqui está! Reza a lenda, que seu primeiro contato com programação deve conter o Hello Word (Olá mundo), caso não tiver, segundo a lenda, você não será um bom programador.

Estrutura de pastas no Android Studio

O Android studio, possui vários formatos de visualizações, na imagem abaixo exibimos mo formato padrão “Android”.

As pastas são denominadas de Package (Pacote)

O conteúdo em si da nossa aplicação esta na pasta app, e dentro dela temos uma estrutura de organização dos elementos que serão citados a seguir.

manifestants: possui um arquivo chamando AndroidManifest.xml que é responsável por declarar permissões e Atividades (Telas do app).

java: pasta que contem dos pacotes e arquivos de códigos

res: pasta responsável por guardar arquivos de estilos, designe das telas, logo, cores etc. 

drawable: pasta contida dentro de res, armazena ícones, estilos personalizados e arquivos.

layout: contem as templates das telas, chamadas activity (Atividades/Telas).

values: arquivos de valores, geralmente é colocado arquivos podem ser usados em diversas áreas no App. Ex: textos, cores, tamanhos e estilos.

Agora podemos abrir a nossa class MainActivity. Esse arquivo esta localizado dentro app/br.com.globaldev.primeiroapp
Lembre que esta pasta conterá todas nossas codificações.

O próximo passado agora, será executar o projeto, o Android studio fornece alguns emuladores que podemos baixar para testar, porem, caso seu computador não possua um bom desempenho, você pode executar no seu próprio celular via cabo USB.

Considerações Finais

O objetivo desse post, foi mostrar o quão simples e rápido podemos criar o nosso primeiro projeto na ferramenta Android Studio. De fato, a instalação é processo mais demorado, porem você só irá fazer uma vez. Criar apps para Android como vimos, não né um bicho de 7 cabeças, para se aprofundar mais no assunto, também devemos ver o básico de programação para a linguagem java, porem, como objetivo principal espero ter cumprido com minha parte!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *